Testes de gravidez: entenda como funciona cada um

Quando a menstruação atrasa, já bate aquela dúvida: será que estou grávida? Se este for o seu caso, respire fundo. Vamos explicar aqui por quais tipos de testes de gravidez você pode optar, quando e como fazê-los de forma correta.

Antes antes de sair comprando testes de gravidez, é preciso entender como funciona o seu ciclo menstrual. Confira.

Fique atenta ao seu ciclo menstrual

Um ciclo regular dura 28 dias. Porém, algumas mulheres apresentam ciclos mais curtos ou mais longos. Ou seja, pode ser que sua menstruação desça a cada 24 dias, ou, nos casos mais longos, a cada 30 dias.

Se seu período não for regular, não tem problema. O mais importante é identificar este prazo. Assim, você pode ficar atenta ao dia previsto da menstruação. Os atrasos de até 10 dias são considerados aceitáveis, mas se passar disso, fique atenta.

Se você tem dificuldade em se lembrar das datas da sua menstruação, anote em sua agenda ou baixe um app de calendário menstrual. Se ela estiver atrasada há mais de 15 dias, pode ser que esteja vindo um bebê por aí. Mas calma. Nem sempre o atraso significa gravidez.

Antes de tirar conclusões precipitadas, faça um dos testes de gravidez abaixo.

Tipos de testes de gravidez

Com o atraso detectado, você tem duas opções: fazer o de farmácia e/ ou o de sangue. Veja as principais diferenças entre cada um deles:

Teste de farmácia

O exame de farmácia mede os níveis de beta hCG (Gonadotrofina coriônica humana) na urina e pode ser feito na sua própria casa.

Antes de comprar o teste, observe sua validade e se a embalagem não foi violada. Alguns testes de gravidez de farmácia conseguem detectar níveis de 20 IU/l de hCG na urina, enquanto outros detectam a partir de 50 IU/l.

A grande vantagem deste teste de gravidez é a facilidade em que você pode adquirir, a rapidez do exame e o baixo custo – os mais simples são vendidos na faixa de R$ 10,00.

No entanto, é possível que ele não seja tão confiável quanto o de sangue, conforme mostraremos a seguir. Por isso, mesmo que o resultado dê negativo, é aconselhado que o repita.

Como fazer?

Faça o exame pela manhã, assim que acordar;

Colete sua urina (despreze o primeiro jato que sair e colete o segundo);

Coloque a tira em contato com a urina e aguarde o tempo indicado, conforme as instruções na embalagem (leva em média 3 minutos, apenas).

Possíveis resultados:

  • Duas linhas: positivo para gravidez;
  • Uma linha: negativo para gravidez;
  • Nenhuma linha: teste inválido, refaça.

Importante: muito cuidado para não infectar a urina ou a tira do exame com água ou outras substâncias. Caso você faça o exame de urina com menos de 15 dias de atraso, o resultado pode dar negativo, pois a concentração de hormônios ainda é muito baixa.

Exame de sangue

O exame de sangue também mede os níveis de beta hCG. A grande diferença é que ele é mais confiável que o de urina, pois o exame de sangue é realizado em laboratório, sob controle de profissionais.

O exame de sangue pode ser qualitativo (positivo ou negativo) ou quantitativo, que mostra exatamente a concentração do hCG no sangue. Se o resultado der pelo menos 25 IU/l de hCG no sangue, você está grávida. Ideal que seja prescrito e avaliado pelo médico.

Apesar de ser o mais indicado, seu custo é maior, se comparado ao teste de gravidez de farmácia. O tempo de resultado também é mais demorado, costuma ficar pronto em 24 horas.

Importante: no caso do exame de sangue é preciso esperar de 9 a 12 dias, após o sexo, para maior precisão no resultado.

Se a sua menstruação atrasou, você pode fazer algum dos testes de gravidez, mas é muito importante que agende uma consulta. Os médicos costumam pedir outro exame para confirmar a gravidez. E, se não estiver grávida, é importante descobrir a causa do atraso menstrual. Se o bebê estiver mesmo a caminho, este é o momento para iniciar o pré-natal.

 

E você? Está tentando engravidar? Veja a experiência da Daniela, que engravidou na primeira tentativa. 😉

Compartilhar: