Vou ser pai e não somos um casal. O que fazer?

Você vai ser pai? Parabéns! Ter um bebê será um divisor de águas em sua vida. A partir de agora, inicia-se uma árdua e longa caminhada, mas que será gratificante. Não tenha medo. Aos poucos, você vai adquirir experiência para lidar com as dificuldades do dia a dia.

Neste momento, a primeira coisa a se fazer é dar assistência à mamãe, mesmo que não sejam um casal. Lembre-se, ela carrega no útero seu filho e precisa de apoio para ter uma gestação tranquila e saudável.

Por isso, espere as emoções se acalmarem e chame a mamãe para uma conversa. Seja sincero, diga a ela que você foi pego de surpresa e, ainda, não sabe como lidar com a situação

Por outro lado, quem quer ser um pai presente e não fugirá das responsabilidades. Está inseguro? Peça ajuda a uma pessoa mais madura! Dependendo da relação que tem com seu pai, ele pode ser um ótimo conselheiro.

Porém, após o nascimento, os cuidados devem ser ainda mais intensos. A figura paterna é essencial na formação, no desenvolvimento e construção moral, social, emocional e psicológica da criança.

Portanto, decida ser um pai presente. Curta cada momento do desenvolvimento do seu filho. A psicóloga Adriany Gomes explica como a presença do pai é importante para o desenvolvimento mental da criança. Confira:

Aliás, você é pai de primeira viagem? Veja aqui 5 mitos sobre paternidade para eliminar de sua vida.

Compartilhar: