Promoção no trabalho durante a gravidez: como lidar

Uma das muitas preocupações de uma mulher ao descobrir que está esperando um bebê é a carreira. Se já não é fácil contar sobre a situação para o chefe, fica ainda mais difícil quando envolve uma promoção no trabalho durante a gravidez. É normal que a mulher se sinta mais cobrada e pense que qualquer falha será associada à sua gestação.

Seja clara. O bebê é um novo membro da sua família e você pode estar vivenciando um momento excepcional de realização pessoal. Ser mãe também é um projeto de vida. Não há, portanto, razões para esconder essa nova fase, que poderá até ser uma motivação extra para o trabalho. Use a empolgação da maternidade para mostrar que a promoção não foi à toa!

Respeite seu tempo. Algumas mulheres sentem-se mais à vontade comunicando a gestação somente a partir da 12ª semana. Faça como preferir, mas seja honesta!

Se coloque em 1º lugar. Se a notícia de que você está grávida não for bem recebida, é melhor repensar se deve continuar naquele local de trabalho. Afinal, se você foi promovida é porque é competente e pode encontrar uma empresa que valorize a vida pessoal de suas colaboradoras.


O que diz a legislação?

A lei brasileira garante que a mulher não seja demitida durante os cinco meses posteriores ao parto (e tem direito a 120 dias de licença-maternidade remunerada). A CLT também define que a grávida pode pedir a transferência de função, quando as condições de saúde assim exigirem, bem como a retomada do antigo cargo após a situação se normalizar.

A legislação ainda assegura dispensa do horário de trabalho para a gestante ir a consultas e realizar exames. Após o parto, a mãe tem direito a duas pausas diárias de meia hora para amamentação e direito à creche.

A funcionária não é obrigada a contar ao chefe que está grávida, mas é recomendável que esse comunicado seja feito! Em uma eventual demissão, a empresa poderá alegar à justiça que não sabia da condição da mulher. Por isso, se você estiver insegura para falar sobre assunto antes do 3º mês, espere o primeiro ultrassom. Após esse período, leve o exame para seus gestores e revele a novidade!

Compartilhar: